Falso moralismo holandês

Em se tratando de competições, todos que participam, jogam com a intenção de ganhar. Certamente a graça da competição está no fato de não haver espaço para todos no hall dos vencedores, sendo este o combustível principal para que os competidores se esforcem, criem táticas para se destacarem.

Claro que, tendo consciência disso, e sabendo que sempre haverão mais perdedores do que vencedores, há o outro lado da competição, evidenciado talvez pelo próprio nome: o lado do “competir”, de vencer seus limites para atingir um nível mais elevado, o de se divertir e conviver, o de saber lidar com vitórias e derrotas, o de saber escolher entre “ter caráter” e “ganhar a todo custo”.

Poderíamos até considerar que uma competição é uma ótima metáfora para explicar a vida de uma maneira geral.

Sendo uma das – senão ‘a’ – competições mais importantes a nível mundial, a Copa do Mundo pode ser considerada como o símbolo de diplomacia mundial, mostrando que países de culturas diferentes se unem e convivem por causa de um esporte.

A final de ontem me fez pensar sobre pontos que eu já tinha observado antes. Obviamente estou falando da Holanda, do futebol da Holanda, especificamente. Continuar lendo

Caso Bruno. Caso do Bruno.

Cara, vendo o Jornal Nacional ontem me perguntei: “Em que mundo estamos vivendo?”

Eu não era fã do Bruno, mas também não esperava tudo isso dele. Ontem pelo que eu vi, não foi o Bruno que mandou matar a amante, ele mandou apenas que resolvessem a situação. O que isso significa? RESOLVAM A SITUAÇÃO!

Significa: Tomem as atitudes que forem necessárias sem que eu dê ordens. Dessa forma, caso ele tomem atitudes extremas Bruno poderia dizer: “Mas eu não mandei eles fazerem isso!”

O que de fato aconteceu é que Bruno tinha o poder da liberdade da garota em suas mãos e deixou esse poder não mão do Macarrão. Não é atoa que todo mundo se enrolou.

Agora pra que conhece o Bruno vê-se o nervosismo em suas entrevistas. Observe a primeira entrevista onde ele está tranquilo. Observe também a forma de falar, a postura do corpo. Tudo muito tranquilo.

Agora veja a segunda entrevista dada sobre o desaparecimento da amante. Observe que em determinadas perguntas ele coloca uma das mãos na cabeça. Não sou especialista na área, mas esse tipo de gesto me lembra muito de pessoas nervosas com a situação (jogadores de futebol que estão em início da carreira tem gestos muito parecidos) ou de pessoas que estão arrependidas. Qual a reação que temos logo após vermos o resultado inesperado de uma ação nossa. Colocar a mão na cabeça. Confira o vídeo. Continuar lendo

Uma vez flamengo! Flamengo até morrer?

Sim, sim; sou flamenguista. Motivo de orgulho? Motivo de vergonha? Pra mim motivo apenas para torcer. Ouvir piadinhas sobre flamenguistas não me chateia, afinal esse é o legal do esporte, sacanear teu brother.

No campeonato de 2009, um amigo meu, torcedor do São Paulo e um anti-flamenguista feroz, fez aniversário exatamente na penúltima rodada do Brasileiro. Essa rodada pra quem não lembra foi a que tornou o flamengo líder do campeonato e colocou o time paulista na segunda colocação. Bem, amigo que é amigo não pode perder a oportunidade. Fui ao aniversário dele com a camisa do rubro-negro carioca. Lembro-me até hoje da hostilidade. 😀

Eu sei que um dia ele vai me dar o troco, mas ai é que tá o legal do esporte, essa possibilidade de brincar e sacanear os amigos. Você fica puto no dia, mas no dia seguinte você olha, pensa bem e fica mais puto ainda.

Apesar disso tudo, algo me entristece muito. Eu como flamenguista prefiro ver meu time perder a ter de ouvir as últimas notícias que chegam da gávea. O goleiro Bruno está sendo acusado no desaparecimento – leia-se suposta morte – da estudante Eliza Samudio, sua ex-namorada. E essa não é a primeira vez que um jogador da gávea está envolvido nas páginas policiais. Há algum tempo atrás foi o atacante Adriano envolvido com o tráfico. Outro dia foi o atacante Vagner Love associado a tráficantes no Rio.

Ultimamente o clube de regatas flamengo vem sendo associado a acusações de associação ao tráfico, assassinato etc. Eu sempre ouvi piadas sobre o time do flamengo, ser time de bandido. Eu desde pequeno torço para o flamengo, mas uma coisa é ouvir piadas, outra é ver esses fatos. Espero que as coisas mudem, afinal os times de futebol deveriam servir de apoio social, dando condições a crianças carentes de se dedicarem ao esporte no lugar da marginalidade. E o que estamos vendo é o clube de futebol dando condições na proliferação de bandidos na sociedade.

Como já disse, espero que as coisas mudem. O futebol tem uma missão maior do que está. O flamengo é um exemplo, mas vemos casos como este no mundo todo. Novamente digo: “Espero que as coisas mudem.”

Post sério

Chega! Chega de violência. Sério, eu não agüento mais, é simplesmente revoltante!

Hoje pela manhã fiquei sabendo que uma pessoa amiga foi baleada ontem à noite em uma tentativa de sequestro. Ele tava em seu carro, assim que parou o carro na vaga em frente ao comércio, dois caras o abordaram, apontando uma arma. Ele deu ré para tentar fugir e o cara atirou. O tiro acertou o tórax na altura do abdômem.

Há algumas semanas atrás eu postei sobre o senhor que foi espancado. Ontem foi meu amigo. Pela lógica, a próxima pergunta seria “quem será o próximo?”, mas eu faço uma mais urgente: Por que?

O que se passa na cabeça dessas pessoas que acham válido fazer qualquer coisa para obterem o que querem, mesmo que isso custe a vida de alguém? É essa a idéia de liberdade que eles têm? Acredito que se eles gastassem todo esse esforço, usado para calcular uma ação de assalto, em algo produtivo, hoje em dia teríamos tantos grandes empresários……

Eu poderia descascar aqui meus sentimentos revoltosos anti-violência. Mas acho que seria apenas mais um desabafo. A situação pede conscientização. Mudança de postura. Mudança de pensamento. Pensamento grande, forte e constante.

Eu acredito na força do pensamento. Vocês podem dizer que é coisa de sonhador, mas garanto que eu não sou a única. Acredito que várias pessoas pensando coisas positivas conseguem influenciar o ambiente e até influenciar aquelas pessoas que vêem dificuldade em pensar constantemente positivo. Continuar lendo

É preciso saber viver

É indignante ver uma coisa dessas: http://migre.me/FCNP

Porque não basta você ser incomodado por pessoas que não tem o menor senso de limite. Não, você ainda tem que ser espancado por uma trupe de animais, afinal de contas se você solicita que parem de incomodar, não te dão ouvidos; daí você se expressa incisivamente, mostrando aborrecimento verbal, e então acham que isso é motivo suficiente para partirem pra cima de você. Ah, e não é um contra um, é sete contra um, afinal são muito covardes para resolverem suas questões sozinhos. Eu disse resolver?? Ah, desculpa, esqueci que animais irracionais não resolvem, partem pra violência.

E o pior de tudo: o grande mobilizador do movimento todo foi o gerente do posto. O GERENTE. A pessoa que deveria ser responsável pelo funcionamento correto do estabelecimento, o responsável por se desculpar com os clientes caso algo os incomode. Afinal, o homem que sofreu a violência mora ao lado do posto, é um provável cliente. Ops, eu disse o pior de tudo?? Ah, quis dizer o melhor de tudo. Continuar lendo