Feliz Natal!

Leitores queridos do meu, do nosso coração,

Venho aqui em nome do Ermo do Lampião desejar que vocês tenham os melhores Natal e Ano Novo da vida de vocês. Que em 2011 continuemos juntos compartilhando idéias, ou apenas jogando conversa fora, aqui no blog!

Uma singela homenagem de natal. Afinal de contas, de desenhista e escritor, todo mundo tem um pouco! 😀

Na foto: árvore de natal, eu e o Euler.

Anúncios

John Lennon 70

Hoje é um dia muito especial. Se estivesse vivo, ele estaria completando 70 anos. Setenta…quem diria. Difícil de imaginar quando temos aquele rosto jovem com cabelinho de cuia imortalizado em nossa mente (ou aquele rosto um pouco mais experiente, com cabelos compridos e óculos redondinhos).

John Lennon – o cara que não fazia idéia do quão profunda era sua influência nas pessoas; na realidade, imagino que ele não fazia idéia do tanto que sua música inluenciava, influencia e provavelmete continuará influenciando por muito tempo ainda.

Humildade, simplicidade, talento, criatividade, sentimento à flor da pele, irreverência, divertimento, piadinhas, espírito de justiça, querer melhorar sempre, vencer, amor, paz. É, isso é um pouco do que é o John.

Você pode achar que isso é coisa de fanático… bem, é sim. De um grupo de fanáticos com critérios, que sabem reconhecer quando alguém é bom de verdade (isso é uma qualidade, vejam bem).

John foi o cara. É o cara. E o mais legal de tudo, ele foi o cara com todos os defeitos que são normais a um ser humano. Ele tinha o mundo a seus pés, e ainda assim nunca deixou de ser um ser humano normal, não sendo guiado pela mída ou pelo luxo. Muito pelo contrário, lutava pela justiça e por uma vida de paz, amor e igualdade para todos.

Hoje vai ser um dia de muita comemoração, homenagens e nostalgias: se preparem.

O Google e o youtube já começaram. O Ermo do Lampião também! 🙂

A homenagem que o Fittipaldi ganhou

Se eu fosse um Beatle, e se eu tocasse guitarra, eu seria com certeza o George Harrison. Apesar de a minha idolatria pelo John Lennon ser óbvia, o George conquistou minha afeição por motivos não óbvios.

Sua genialidade não era óbvia. Seu espírito de liderança não era óbvio. Sua espiritualidade não era óbvia.

Ele foi o Beatle discreto. Dá para perceber que sua personalidade o fazia ser assim por natureza. Vale lembrar que é difícil competir quando você está ao lado de figuras como John Lennon, o líder mais-que-óbvio por natureza, e Paul McCartney, o gênio óbvio por natureza.

Imagino que esse fato fez a coisa (os Beatles) funcionar. O George não precisava competir pelo holofote. Esse papel – importante pro crescimento da banda – ele deixava pro John e por Paul, que gostavam disso.

E discretamente ele foi mostrando sua genialidade através de suas composições. Também discretamente ele foi mostrando sua liderança imperceptível a olho nu. E discretamente ele foi conquistando a galera pelo mundo afora.

A espiritualidade dele também é muito cativante. Ele mostrava isso independentemente de religião: com seu otimismo. Dá pra sentir isso quando se escuta “Here Comes the Sun” ou qualquer outra música dele.

O George tinha alguns hobbies legais, por exemplo, ele gostava muito de fórmula um. E isso o fez virar amigo (brotherzão, diga-se de passagem, a ponto das famílias passarem férias juntas) do grande piloto brasileiro Continuar lendo

Parabéns Paul!

Hoje é sexta-feira, dia 18 de Junho. Há 68 anos atrás nasce James Paul McCartney.  O Beatle canhoto, com personalidade doce e rostinho de garoto bonzinho, dono de um vozeirão e de uma criatividade e genialidade musical difícil de se ver por aí.

Achei um vídeo muito bom, e gostaria de compartilhar com vocês. Trata-se de uma homenagem que o presidente Barack Obama fez para Paul quando o presenteou com o prêmio anual de grande contribuição para a cultura americana.

Vou transcrever alguns trechos (a partir de 2:30 no vídeo – o inglês do Obama é muito bom, fica a dica pros aprendizes praticarem):

“Passamos com dificuldade por este ultimo um ano e meio e neste momento nossos pensamentos e orações estão com amigos em outra parte do país que possui um legado musical extremamente rico: as pessoas da Costa do Golfo que estão lidando com uma situação que nós simplesmente não tínhamos visto antes. É de partir o coração. E reafirmamos  juntos, eu acho, nosso comprometimento para  cuidar disso afim de que suas vidas e comunidades sejam unificadas novamente. Continuar lendo

Um sorriso, uma vitória…

Como de costume, um Haikai para começar essa grande segunda-feira. Hoje, vou dedicá-lo a Naty. Não se preocupe com o futuro, tenha serenidade na vida. As vezes é preciso descansar o espírito e acelerar  a alma. Seja lá o que isso quiser dizer. Rsrs. Espero que gostem do Haikai.

Queria poder dizer algo

pois o passado te servirá de lição.

Porém hoje só te peço um sorriso.

Uma ótima semana para todos.


Brasília Cinquentinha!

Planejamento de Lucio Costa - 1957

 

Brasilia - google maps

50 anos de Brasília, a cidade que já nasceu pronta. É como aqueles irmãos caçulas que acabam “crescendo” mais rápido. Uma criança com jeito de adulto ainda é apenas uma criança. Apesar de já ter nascido pronta, Brasília tem muito que amadurecer.

Brasília é o único avião que não acompanha o céu; é o céu que o acompanha. O céu abraça a cidade de tal forma que de qualquer lugar que você esteja, ele se mostra de um jeito espetacular. Não é à toa que dizem por aí que o mar de Brasília é o céu.

É o lugar onde a maioria das pessoas mora em prédios, chamados de blocos, com pilotis. Jovens e crianças encontram seus amigos “embaixo do bloco”. É o lugar onde se compra pão no mercado, e não na padaria. E você não vai a pé, vai de carro. É a cidade do automóvel, onde é normal andar a 80km/h nas suas vias triplas que cortam a cidade. Tem pardal a cada 10 metros e retornos chamados Continuar lendo

Best Week Ever

Segunda-feira é o ínicio da semana sempre com aquele ar depressivo. Que tal começar diferente? Bem, segunda-feira é uma palavra originária do latim. Povos antigos dedicavam reverências ao astro Lua, por isso na espanha o início da semana é designado por lunes, assim como na itália chama-se lunedi. Em inglês monday significa dia da Lua. Sendo assim, começaremos o dia com uma mensagem positiva através do Haikai.

Que o Sol saia

e faça nascer uma flor

em plena madrugada.

Como diria o Bob Esponja. “Melhor semana de todas”.

Uma ótima semana! Que a paz esteja conosco.

Esse Haikai dedico a Aninha e o clipe abaixo para a Luzoca.

O valor das coisas

Pra fechar a semana com chave de ouro, um Haikai.

Haikai é um estilo de poesia Japonesa o qual consiste em versos de três linhas apenas. O princípio é exprimir uma idéia de forma subjetiva e alegórica. O principal haicaísta foi Matsuô Bashô (1644 – 1694), que se dedicou a fazer desse tipo de poesia uma prática espiritual. (Fonte) Sim, me atrevi a escrever um, hihihi.

O valor que as coisas exalam
proporciona-se diretamente ao coração
das pessoas que as criaram

Tinha que rolar uma musiquinha né galera! Dedico esse clipe ao meu MAPS ‘chucrute’! 😀

Espero que curtam!

Grande Chicão, fique com Deus!

Leia juntamente com a música. Vai ficar mais emocionante, hehe! 🙂

– Ele acordou! Parece estar bem! – Diz a voz feminina

– Boa tarde senhor? Está bem? – Agora uma jovem voz masculina.

Meio atordoado o homem acorda no meio da floresta escura porém bonita.

– Onde estou?

– Foi deixado aqui. Não lembra o que aconteceu?

– O que? Não sei nem quem sou!

Os dois jovens se olham e trocam apenas um gesto positivo.

– Acompanhe-nos.

    Aquele homem moreno, alto, forte, seguia os jovens sem saber o motivo. Apenas os seguia. Não sabia o por quê, mas escolheu Continuar lendo