Brasília, uma esperança…

Embora nós, moradores de Brasília e brasilienses, não gostemos de sermos comparados à corrupção tão comum a nossa capital, creio que esses 52 anos é o momento de parar e pensar: o que desejamos para nossos filhos nos próximos anos?

Acabamos tentando nos enganar dizendo que a nossa sociedade é limpa, enquanto o congresso é que fede. Há um provérbio chinês que diz: As más companhias são como um mercado de peixe; acabamos por nos acostumar ao mau cheiro.

Eu gostaria de acreditar que nossa sociedade vai bem enquanto somente os políticos nos envergonham, contudo não é assim. Que os 52 anos sirvam de reflexão para todos nós. Que a beleza de nossa cidade sirva de inspiração, e que os balões dessa manhã elevem nossas esperanças às divindades responsáveis por nós.

Foto: Itallo Dawson (via facebook).

Voto limpo?

Oi gente! Hoje temos o prazer de ler um post escrito pela Carol, minha querida amiga dona da loja com os brigadeiros mais gostosos, que se sentiu muito incomodada com uma situação e resolveu desabafar escrevendo.

Quem quiser conhecer os brigadeiros da Cioccolata Di Boaretto, podem seguir o twitter @diboaretto ou acessar o site. 🙂

Brasília, 03 de outubro de 2010. Em pleno dia de eleições, na capital do país, toneladas e mais toneladas de panfletos das campanhas políticas sujam as ruas. Eu não sei vocês, mas eu fiquei muito incomodada.

Senti vergonha de morar aqui. Não só pela sujeira, mas pela indiferença das pessoas em relação à questão. Passear pelas calçadas, repletas de papel, Continuar lendo

Vergonha Alheia

O sentimento de vergonha alheia é um dos piores “sentimentos sociais”, vamos assim dizer. Eu tenho muito isso, e tentarei traduzir para vocês.

Vergonha alheia é o limite máximo da cara de pau (a.k.a falta de senso) do outro que exala e impregna no próximo a ponto do próximo sentir vergonha pela pessoa. Só que é uma cara de pau que tem a intenção de ser levada a sério. Se fosse cara de pau proposital, imagino que nem rolaria vergonha alheia.

Neste momento minha indignação chegou a tal ponto que eu não estou conseguindo organizar minhas idéias e palavras para escrever. Porém eu preciso escrever algo para poder, pelo menos, desabafar um pouco esse sentimento que está impregnado em mim.

O motivo dessa indignação? Ah, se você der uma lida rápida nos 5 posts anteriores, você vai entender. Mas vou facilitar sua vida:

  1. O STF declarar, abertamete, que foi comprado pela corrupção, e ainda dar argumentos CONTRA a lei que assegura a população do impdimento dos corruptos a se elegerem.
  2. Roriz se resignar da candidatura e colocar a ESPOSA dele no lugar faltando uma semana para as eleições (falta de respeito com os eleitores, afinal a campanha foi para o Roriz e não para a Roriza, ela só pegou rebaba).
  3. Wesliam Roriz achar que somos idiotas como ela e se submeter a isso.
  4. Saber que o Brasil estará, nos próximos 4 anos, em sua maior parte (acredito que ainda há esperança em alguém) nas mãos de corruptos e sub-celebridades, pessoas ALTAMENTE (AHAM, SENTA LÁ CLAUDIA!) preparadas para guiar um país inteiro.
  5. Todo mundo achar que “se a vida não deu certo, vou me candidatar, dinheiro fácil, entende”. #corruptosfeelings
  6. A total falta de bom senso dos JUÍZES, aqueles que JULGAM (pra que serve título de eleitor mesmo?)
  7. A política do Brasil chegou a tal ponto que o Tiririca não é a figura de palhaço, ele apenas usa as roupas. Palhaço é Weslian Roriz, Joaquim Roriz, qualquer Roriz que está se candidatando, ministro Gilmar Mendes, etc, afinal eles nos fazem rir com suas aprontações.
  8. Todo mundo acha que o Congresso virou picadeiro.

Agora, se preparem. Se você tem vergonha alheia, meu, respira fundo porque essa é bomba. E se você não tem vergonha alheia, bem… poderá começar a ter!

Continuar lendo

Não é em qualquer lugar do mundo

Não é em qualquer lugar do mundo que tem isso. Não é em qualquer lugar onde você acorda e vê um céu azul tão azul que hipnotiza o olhar. Não é em qualquer lugar onde você passeia de carro e vê uma mistura harmoniosa de árvores bonitas, grama verdinha, asfalto, carros e prédios. Não é em qualquer lugar onde você acorda pela manhã, vai até o eixão norte e vê isso: Continuar lendo

Hoje vou dar o Gás!

Hoje Brasília parou!!! O posto Jarjour, localizado na 206 Norte, fez uma promoção hoje com o litro da gasolina custando R$ 1,59. Nem a pinga é tão barata, quero dizer… o álcool. Para você entender, o litro da Gasolina é R$ 2,79. Bem roubei uma foto do twitter da minha amiga Alice, pra que entendam a situação.

A foto foi tirada da quadra 212 Norte, o posto é na 206 Norte, e parece que a fila foi além da quadra 215 norte. Lembrando que cada quadra em Brasília tem aproximadamente meio quilometro. O que me surpreende é uma pessoa ficar numa fila durante horas pra abastecer por esse preço? Embora esteja barato não está de graça. Fiz umas contas rápidas: Minha hora trabalhada custa R$ 30,00. Se eu fico uma hora nessa fila teria de economizar pelo menos esse valor, certo? Acontece que pelo tamanho da fila, com certeza, algumas pessoas passaram mais de uma hora na fila. Sendo assim, se eu passasse 2 horas na fila, significa que poderia ganhar R$ 60,00 trabalhando. Dessa forma, quando vi o engarrafamento, pensei, VOU DAR O GÁS no trabalho. Abasteci 50 paus e fui pra lá mais cedo. Ganhei R$ 60,00 nas duas horas trabalhadas pela manhã, ou seja, ainda fiquei com um lucro de R$ 10,00. Agora à tarde sairei mais cedo e poderei ir tomar um sorvete enquanto todos estarão trabalhando, afinal perderam duas horas para abastecer mais barato.

Brasília Nova!

Não estou falando do novo modelo do carro dos mamonas. Estou falando de um Brasília nova embora cinquentona.  Muito tempo para uma pessoa, pouco tempo para uma cidade. É uma daqueles lugares que ou você ama ou você odeia. Não existe meio termo. Ontem foi o dia de dar o parabéns mas hoje acredito que devemos avaliar a real situação da capital.

Na maioria das homenagens de ontem fizeram questão de frisar a diferença entre a corrupção e as pessoas que vivem e trabalham na cidade. Sem querer generalizar, mas qual é a diferença mesmo?

Continuar lendo

Brasília Cinquentinha!

Planejamento de Lucio Costa - 1957

 

Brasilia - google maps

50 anos de Brasília, a cidade que já nasceu pronta. É como aqueles irmãos caçulas que acabam “crescendo” mais rápido. Uma criança com jeito de adulto ainda é apenas uma criança. Apesar de já ter nascido pronta, Brasília tem muito que amadurecer.

Brasília é o único avião que não acompanha o céu; é o céu que o acompanha. O céu abraça a cidade de tal forma que de qualquer lugar que você esteja, ele se mostra de um jeito espetacular. Não é à toa que dizem por aí que o mar de Brasília é o céu.

É o lugar onde a maioria das pessoas mora em prédios, chamados de blocos, com pilotis. Jovens e crianças encontram seus amigos “embaixo do bloco”. É o lugar onde se compra pão no mercado, e não na padaria. E você não vai a pé, vai de carro. É a cidade do automóvel, onde é normal andar a 80km/h nas suas vias triplas que cortam a cidade. Tem pardal a cada 10 metros e retornos chamados Continuar lendo