Sentimento inicial

Hoje eu acordei diferente. Abri os olhos e não dei a levantada abrupta habitual. Não, eu simplesmente abri os olhos, e fiquei ali, olhando para o teto. Vi através da cortina o brilho do sol, e ao afastar apenas uma frestinha, ainda deitada, pude ver o céu azul, sem nenhuma nuvem no céu.

Sentei na cama e abri a cortina de vez. O dia estava lindo, do jeito que eu gosto: céu azul, sol, árvores verdes e um vento refrescante para contrastar com o calor. Levantei e fui me arrumar. Durante todo esse procedimento habitual, havia algo de diferente, mas eu ainda não havia parado para refletir de verdade. No pensamento, só corriam idéias soltas flutuantes.

Escovar dentes – banho – escolher a roupa – vestir a roupa.

Me olho no espelho e vejo que há algo de diferente. Pego o pente e começo a pentear vagarosamente os cabelos. Encaro o espelho, mas sem olha-lo de fato. De relance, vejo um reflexo colorido, e ao olhar na direção do reflexo, é uma revista com uma manchete chamativa. Leio a manchete.

Comecei a lembrar de momentos importantes e maravilhosos que já passaram. E pensei no momento atual, e no rumo que as coisas tomaram. É engraçado que naquela época, nunca imaginaríamos como cada um evoluiria, as decisões que iríamos tomar, a solução que as situações receberiam. Nesse momento, paro de pentear os cabelos e passo o creme para hidratá-los.

Volto a pentear.

As coisas estão diferentes, mas é um diferente bom. Houve momentos de dificuldade também. Mas imagino que as soluções acabaram sendo favoráveis. Muita coisa nova surgiu, o que acabou tomando o lugar de antigas prioridades. Antigas prioridades ficaram relegadas ao segundo plano, mas não foi proposital. Foram apenas boas mudanças.

Mas quer saber? Eu escolho priorizar algumas coisas novamente. Mesmo quando foram esquecidas, ainda eram importantes.

Paro de pentear os cabelos e vou dar uma secadinha básica. Cabelos ao vento, é o momento de ir tomar café. Olho no relógio, atrasada só para variar. Mas calma, falta pouco para as férias.

Bolsa – pasta – livros. Abre a porta – chama elevador. Óculos de sol – chave do carro – carro – liga o som. Tá tocando “Help!”. Faculdade.

Não consigo parar de pensar naquela manchete; é misteriosa e significativa:

“Não podemos nos esquecer do nosso sentimento inicial.”

Anúncios

Uma resposta em “Sentimento inicial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s