Liberdade e expressão

Imagine a seguinte situação:

Você está preso, condenado a prisão perpétua, entretanto existe uma limite físico, uma parede muito resistente entre você e o mundo. Dali as pessoas te veem e te escutam; tudo que disser todos ouvirão. Mas não lhe podem fazer mal algum, independente do que diga. O que você diria pro mundo?

Censurar-se por ser livre, ou ser livre por estar preso? Será que a liberdade está associada a algum tipo de prisão e vice-versa? Hummmm…??

E qual seria o exemplo mais clássico de prisão/liberdade?

Ora, as leis! As leis são como aquelas cordas da área VIP. “Não ultrapasse senão haverá consequências.” Estamos presos a certas leis, afim de estar livres. Agora pense: “Será que é coincidência que a Justiça valorize muito a Liberdade?” Não, não é! Valorizar a liberdade (prêmio) é melhor do que valorizar as leis (punição). O que ela quer dizer é: “Se você valoriza sua liberdade, obedeça as leis.” Ou seja, a liberdade é uma expressão!

Outro exemplo? Vida e vida pós-morte. Música e ideologia. Enfim, leitor e livro!

Anúncios

Uma resposta em “Liberdade e expressão

  1. A relação entre lei-censura-prisão carrega-se de elementos simbólicos. Platão estava certo: inconscientemete reproduzimos a caverna através dos tempos. Vide a TV. Abraço e parabéns pelo blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s