Crescer na vida = criar vínculos

Em meu aniversário (que foi há um mês atrás), eu ganhei um presente engraçado. “É para você crescer na vida”, disse meu presenteador, em meio a risos difíceis de serem contidos. E me entregou um embrulhinho prateado, ligeiramente pesado, com uma textura rígida.
Pelos risos, eu imediatamente me desfiz que qualquer expectativa. Afinal de contas, sabia que iria me surpreender, e preferi me entregar a esse sentimento. Abri o pacotinho.

Como esperava, me surpreendi. Tirei de dentro um potinho de formato cilíndrico, tampinha vermelha e uma embalagem escrito “pó royal”. Faz sentido, afinal, era pra eu “crescer na vida”. Uma piada materializada, hahaha.

Daí hoje, na minha querida aula de educação física, fizemos uns exercícios de salto à distância, correr em grupos, pular corda e tiro ao alvo com bolinhas de tênis. Todos os exercícios foram feitos em grupo.

Tá, exercícios não, brincadeiras. Sim, brinquei A LOT hoje, hahahauhau! =P

O engraçado foi que, à medida em que a aula ia passando, o grupo ficava mais coeso e vínculos eram criados. Tudo ficou muito mais divertido e agradável com esses vínculos.

Ao término da aula, como de costume, o professor leu um pequeno conto. Dessa vez, o conto era sobre uma fazenda, onde o rato descobriu que uma ratoeira havia sido colocada na casa, e preocupado ele comentou com o porco, a galinha e a vaca, que não se importaram. Não me lembro exatamente os detalhes (o @brunobelon me lembrou dos detalhes, hehehe). Até que uma noite, algo foi pego na ratoeira, e a esposa do fazendeiro foi ver o que era. Ao chegar perto da ratoeira, ela foi picada por uma cobra, a qual estava presa na ratoeira. A esposa ficou com  febre, e o fazendeiro resolveu abater uma galinha para fazer uma canja; ela não havia se curado, e o fazendeiro resolveu levá-la ao médico. Ele não tinha dinheiro para pagar, e assim abateu o porco e deu como pagamento da consulta. Infelizmente, a esposa não resistiu e morreu. No funeral, o fazendeiro abateu a vaca para recepcionar os convidados.

Moral da história: nossas atitudes sempre terão impacto nas pessoas ao nosso redor, principalmente aqueles que gostam da gente; não vivemos sozinhos.

Depois dessa historinha, fiquei matutando algumas coisas. Quando cheguei em casa, a primeira coisa que eu vi ao entrar no meu quarto foi o pó royal na minha estante. Foi quando minha cabeça fez “click” e tudo se clareou:
Crescer na vida significa criar vínculos com as pessoas.

As coisas são mais agradáveis quando estamos em boa companhia, em todos os tipos de relacionamentos: família, amizade, namoro, casamento, trabalho, escola. São as pessoas que fazem a vida valer a pena.

É diretamente proporcional: quanto mais vínculos, os quais são fortalecidos a cada dia, mais a gente cresce.

Não é lindo isso? 😀

Mininu Lindhu

Algum dia ainda farei um bolo com esse fermento. Quando fizer, vou chamar todo mundo para experimentar, haha! 🙂

Anúncios

5 respostas em “Crescer na vida = criar vínculos

  1. Carak, que história massa Lu Maps! hehehe
    Eu não conto pra ninguém quem te deu esse pó Royal. Ridicularidades! hehehe
    Ótimo post!!
    Bjs!

  2. Muito certa essa reflexão Lu, amigos ajudam a dar sentido às nossas vidas e as tornam muito melhores de serem vividas 🙂

    Só uma correção, no conto da fazenda o rato ficou preocupado com a presença da ratoeira, mas a galinha, o porco e a vaca não se importaram com ele, pois disseram que a ratoeira não afetaria suas vidas. E no fim eles foram os únicos afetados…

    • Mila, espero que saiba que LF é Luiz Fernando…hehehe
      Achei engraçado vc me “chamando” de LF.
      E digo mais, essas pessoas que dão pó royal como presente ou são taumaturgas tristes ou pessoas pequenas mesmo…hehehe

      *comentário tosco e sem nexo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s