Das vitórias e dos desafios

Vou contar uma história que imagino ser conhecida pela maioria. É sobre um rapaz, quase um garoto, brasileiro, humilde, simpático e talentoso, muito talentoso. Seu nome é Ayrton.

Ayrton resolveu se dedicar por inteiro ao esporte automobilístico, começando pelo kart, e evoluindo até chegar no patmar mais alto de reconhecimento, a fórmula um. Ganhar um título era muito importante para ele, era o que o motivava todos os dias quando acordava e ia treinar: era seu sonho, meta, objetivo.

Assim, eis que ele prova seu talento e a chance de ser campeão finalmente bate à sua porta. Na corrida de classificação, Ayrton consegue a pole position, largando em primeiro. Ele estava quase lá, e seu sonho estava a um passo da realidade.

Então, no dia do grande prêmio, lá está ele, largando em primero, confiante, feliz, quase nem acreditando. E é dada a largada. Vejam o que acontece (só precisa ver até os primeiros 50 segundos):

Sim, não é impressão de vocês, ele QUASE DEIXOU O CARRO MORRER. Tem noção disso? É como iniciante em auto-escola, que quase deixa morrer e ressucita o carro no último segundo. Froids, não?

Pois é. Quem diria, o nosso Ayrton, talentoso, largando em primeiro na corrida de sua vida, e então falha na largada e imediatamente cai – bem, na realidade despenca – de posição. Tadinho, ô dó.

Pera…para aí um pouquinho. Ele falha? Tadinho, ô dó?

(agora veja o vídeo inteiro, é pequeno, vale a pena)

É…naquele tempo, as corridas eram decididas pelo braço mesmo, pelo talento na direção. E vou contar pra vocês, o Ayrton ralou. E como ralou.

Bem, não preciso nem contar pra vocês o que aconteceu depois dessa corrida né. Afinal, quem não conhece o Ayrton Senna do Brasil? É, “do Brasil” virou sobrenome dele, hehehe.

E o aprendizado dessa historinha marota? Bem, muitas vezes na corrida das nossas vidas a gente deixa o carro morrer na largada, e temos nossa confiança e expectativas ameaçadas. Daí temos que penar para recuperar as posições, batalhar, ultrapassar. Se formos ultrapassados, tentar passá-los novamente.

Tenho certeza que valerá a pena no final, quando nós estivermos erguendo o punho direito e, como trlha sonora, escutarmos os acordes que arrancam sorrisos e arrepiam quem quer que escute: “tam tam taaaaam, tam tam taaaaam”.

É só não desistir.

E lutar.

4 respostas em “Das vitórias e dos desafios

  1. Simplesmente lindo o texto. Qualquer coisa que é escrita sobre o Ayrton Senna e, principalmente quando ouço o Tema da Vitória, sempre me emociono. É de arrepiar, sério.

    Parabéns, Naná. Excelente postagem.

  2. O importante não é ganhar ou perder uma corrida. O importante é ser campeão, entende?
    Senna era foda. Infelizmente não existem mais pilotos iguais a ele.
    Só temos Massinha, Rubinho, Nelsinho. Quando teremos pilotos sem diminutivo? hahaha

  3. O Senna nos deixou um legado brilhante e, também deixou uma receita nesta mensagem:

    “Você acredita que tem um limite. Então você busca esse limite e quando o atinge, pensa:
    Ok, esse é o limite. No mesmo instante algo acontece e você acredita que pode alcançar um pouco mais. Com o poder da sua mente, sua determinação, seus instintos, e também sua experiência. Você pode voar muito alto.” Ayrton Senna.

    Senna demostrou claramente esta mensagem em Donington, 1993. Ele com motor mais fraco ultrapassou Schumi, Wendlinger, Hill e Prost. E Galvão falava: “…é Senna no molhado voando pra cima deles…” ( http://www.youtube.com/watch?v=gQN6H43VFz8). Hahaha!
    Realmente para Senna não tinha limites.
    Abraços

  4. Nossa, quase chorei ao ver o último vídeo. Quando eu ouço a palavra “Senna” o meu coração se enche de alegria e de orgulho de ter presenciado esse mito. O cara era gênio, era profissional e era maluco. Quando ele morreu eu chorei muito, fiquei muito triste pois eu perdia ali um ídolo.
    Mas, mesmo ele não estando aqui, os ensinamentos permanecem e merecem a nossa atenção.
    Parabéns pelo texto e pela sensibilidade que você teve para perceber essa lição do nosso Ayrton.

Deixe uma resposta para euleralencar Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s