Love is in the air…parte 1

Dia dos namorados ta chegando: ondas de carinho e romance são meio que carregadas pelo vento e atingem  lojas, restaurantes, e todo estabelecimento que poderia ganhar algo com isso. Ah, sim, atinge as pessoas também.

Na verdade, as pessoas que fazem esse dia ser o que é. Quero dizer, a importância que damos é que cria a sua essência. Claro que oportunismos sempre existirão, e que há quem compre presente por comprar, afinal é dia dos namorados. Mas ninguém pode negar que trata-se de um dia onde as pessoas deixam aflorar uma das melhores qualidades que há nelas: a de materializar seus bons sentimentos em função de alguém que não seja elas mesmas.

Estava aqui em casa pensando na vida quando resolvi assistir o The Beatles Anthology. Sempre quando me sinto meio atordoada com algum pensamento, eu assito o anthology – por algum motivo isso me reanima e me dá esperanças, hehehe. Foi quando me dei conta, ao prestar atenção em suas músicas, que os Beatles alcançaram a peripécia de conseguir expressar as mais variadas formas de amor, dos mais diversos pontos de vista, por meio de suas letras e melodias. Não seria exagero se eu falasse que eles são a banda que melhor expressou o amor em sua essência.

Assim sendo, preparei uma seleção de músicas para vocês entrarem no clima, que será postada em três partes; afinal, mesmo quem não tem namorado pode entrar no clima de “love is in the air” de alguma forma.

Vamos imaginar um início de relacionamento. Tudo começa com um flerte…

p.s: atenção às letras!

I saw her standing there – Canção do flerte (clipe muuuuito bom ahiuaiahiuaha!)

Letra/tradução

Please please me – Canção da pegação

Letra/tradução

She loves you – Canção do que ta em dúvida

Letra/tradução

Eight days a week – Canção do início de namoro

Letra/tradução

All my loving – Canção do amor à distância

Letra/tradução

Every Little thing – Canção de quem valoriza

Letra/tradução

Anúncios

Uma resposta em “Love is in the air…parte 1

  1. Dá licença mas discordo que esses moços conseguiram falar sobre manifestações amorosas de diversos jeitos. O que penso é que o amor deles tanto reciproco entre os integrantes da banda quanto o amor pela música fez com que eles dessem um verdadeiro passeio em todo tipo de manifestação humana seja de amor, de contestação, de revolução, de paz, de sonhos e até mesmo de ódio, por que não? Eles SÃO as suas próprias músicas.

    Excelente post.

    Beatles forever!

    Jonas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s