Domingo no parque.

Domingão, fui ao Park da Cidade. Céu azul, ar fresco, clima agradabilíssimo. Ambiente quase bucólico. Digo… quase por que aparece cada figura. Vou contar aqui algumas estórias vividas ali, todas a plena luz do dia, pra deixar bem claro.

Certa domingo, fui eu e mais duas amigas andar de patins, quando uma delas cai. Nisso vem um cara tirando onda, andando de costas com patins. Pior que o cara patinava muito bem de costas, tanto que quando o vi de longe até pensei se ele saberia andar de frente tão bem também? Enfim, minha amiga ainda estava no chão caída quando ele passou por nós e falou:

– É assim que começa.

Todos nós olhamos e pensamos, “poxa que cara gente boa”. Nisso ele complementa:

– No chão!

Quando ele falou isso, olhamos pra ele. Não sei quanto as minhas amigas, mas eu imaginei ele trombando com um negão. Eu passaria por ele patinando tranquilamente e diria:

– É assim que começa. Ne gão!

Outra estória aconteceu semana passada. Fui correr no parque sozinho, quando de repente vejo um cara andando de patins, mas ele não se contentava em apenas andar de patins, ele tava dançando e andando ao mesmo tempo. Pareceu o personagem gay de Brad Pitt no filme “Queime depois de ler.”


Foi uma das cenas mais hilárias que presenciei no parque.

Alguns quilômetros mais adiante, vejo um mímico a frente. Não é que o calhorda me pegou pra cristo? Sim, sim, veio correndo do meu lado, me imitando. Pensei: “Tá de sacanagem? Já que é assim vou sacaneá-lo!”

Primeiro, comecei a imitar uma coceira na bunda, detalhe, isso ainda correndo. Depois comecei a correr dando saltos como se estivesse em câmara lenta. Mas ele não desistia, uma verdadeira praga. Continuava ali do meu lado, atrapalhando minha corrida. Tive que apelar.

Comecei a imitar um ganso, fazendo careta, e emitindo um barulho escroto no meio do parque da cidade, às 17h, plena luz do dia. Ele foi embora e eu nem percebi. Quando dei por mim, estava igual idiota imitando um animal, e todo mundo do parque olhando pra mim, e eu com cara de idiota. O que era pior é que não adiantava nem eu correr, afinal eu já estava correndo.

Anúncios

4 respostas em “Domingo no parque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s