Jedi sem juízo

Jogos da copa do mundo sempre têm seu lado místico. Aqui no Brasil, então, levamos isso mais a sério do que nós mesmos imaginamos; por exemplo, a mística da camisa 10 consolidada pelo rei Pelé, que no seu tempo de craque vestia essa camisa. Hoje em dia, eles sempre reservam esse número para um jogador de destaque.

Eu não chamaria isso de misticismo; pra mim, isso é uma maneira de expressar sua fé naquele jogador por meio de um símbolo. Acho bacana, é bonito, chega até a ser cultural.

Entretanto, essa copa mostrou certos fenômenos misteriosos (mais do que místicos – sobrenaturais), de alguma forma ligados à questão da arbitragem furada da Fifa, que foram captados por algumas câmeras fotográficas.

É magia? Vodu de juíz? Poderes jedi se aflorando?? REFLITA.

O que é isso, minha gente? O goleiro está voando, OI?? Continuar lendo

Anúncios

Discurso evasivo sobre a Copa do Mundo

Copa do mundo é um evento bacana, bonito, que envolve as pessoas, traz à tona aquele sentimento patriota. Evento bonito, que mostra o talento dos jogadores, os quais representam uma nação inteira por meio de seus talentos. Bonitos, muito bonitos, os jogadores mostram sua raça, suas pernas, seus músculos…ops, sua raça, seu talento…

Temos que torcer, assistir aos jogos, afinal mesmo quem não entende de futebol manja muito de talento. E como são talentosos esses jogadores, que mesmo representantes de outras nações, não deixam de nos afeiçoar e unir nossos corações, tornando o mundo, assim, como um só.

Entretanto, uma imagem vale mais do que mil palavras. Como não enxergo a possibilidade de encontrar palavras para expressar esse talento… Continuar lendo

Uma vez flamengo! Flamengo até morrer?

Sim, sim; sou flamenguista. Motivo de orgulho? Motivo de vergonha? Pra mim motivo apenas para torcer. Ouvir piadinhas sobre flamenguistas não me chateia, afinal esse é o legal do esporte, sacanear teu brother.

No campeonato de 2009, um amigo meu, torcedor do São Paulo e um anti-flamenguista feroz, fez aniversário exatamente na penúltima rodada do Brasileiro. Essa rodada pra quem não lembra foi a que tornou o flamengo líder do campeonato e colocou o time paulista na segunda colocação. Bem, amigo que é amigo não pode perder a oportunidade. Fui ao aniversário dele com a camisa do rubro-negro carioca. Lembro-me até hoje da hostilidade. 😀

Eu sei que um dia ele vai me dar o troco, mas ai é que tá o legal do esporte, essa possibilidade de brincar e sacanear os amigos. Você fica puto no dia, mas no dia seguinte você olha, pensa bem e fica mais puto ainda.

Apesar disso tudo, algo me entristece muito. Eu como flamenguista prefiro ver meu time perder a ter de ouvir as últimas notícias que chegam da gávea. O goleiro Bruno está sendo acusado no desaparecimento – leia-se suposta morte – da estudante Eliza Samudio, sua ex-namorada. E essa não é a primeira vez que um jogador da gávea está envolvido nas páginas policiais. Há algum tempo atrás foi o atacante Adriano envolvido com o tráfico. Outro dia foi o atacante Vagner Love associado a tráficantes no Rio.

Ultimamente o clube de regatas flamengo vem sendo associado a acusações de associação ao tráfico, assassinato etc. Eu sempre ouvi piadas sobre o time do flamengo, ser time de bandido. Eu desde pequeno torço para o flamengo, mas uma coisa é ouvir piadas, outra é ver esses fatos. Espero que as coisas mudem, afinal os times de futebol deveriam servir de apoio social, dando condições a crianças carentes de se dedicarem ao esporte no lugar da marginalidade. E o que estamos vendo é o clube de futebol dando condições na proliferação de bandidos na sociedade.

Como já disse, espero que as coisas mudem. O futebol tem uma missão maior do que está. O flamengo é um exemplo, mas vemos casos como este no mundo todo. Novamente digo: “Espero que as coisas mudem.”

Morfologicamente falando…

No mundo da morfologia, as sentenças seriam a sociedade, sendo essa sociedade um misto de modernidade com antiguidade.

  • Os verbos seriam a monarquia, afinal eles que regem sobre tudo e todos;
  • Os substantivos e adjetivos seriam a nobreza, afinal eles que nomeiam e qualificam;
  • As conjunções seriam os diplomatas, pois eles têm o poder de unir ou não;
  • As preposições são os conselheiros da monarquia, afinal eles têm o poder de direcionar;
  • Os advérbios são os empresários, os acionistas: eles vão dizer quais as circunstâncias para a realização de tal evento;
  • Os artigos e numerais são as socialites: não tem uma função lá importante, mas estão sempre acompanhando a nobreza.
  • As interjeições são o povão: não são consideradas exatamente uma classe gramatical, mas têm as manhas de como se expressar e fazer barulho: iuhuuuuuuuuuul! Continuar lendo

Convite para peça “100 sentido”.

Alguns já sabem, outro não. Estou participando de uma oficina de teatro, por isso o número de post´s caíram tanto. Sendo assim, irei deixar aqui o convite para a peça de teatro que apresentaremos. Fica o convite a todos. Em breve estarei vendendo os ingressos. Abraço povo!

I9 apresenta a peça 100 Sentido.

“Após longos anos de preparação, muitos anos de experiência no mercado, decidimos todos largar o emprego e apostar na vida teatral.” Exatamente, foi de ideias absurdas e de um dia mal dormido que nasceu o grupo I9. Nove pessoas a procura de algo mais em suas vidas que resolveram participar da oficina de teatro do G7 para assim vivenciar o teatro em sua plenitude, desde dos exercícios básicos até a produção de uma peça.

Então no mês de Julho de 2010 terá o encerramento dessa oficina. E para comemorar nada melhor do que mostrar a cidade de Brasília o resultado dessa experimentação. O encerramento das atividades se dará com a apresentação de uma peça,  onde nove novos atoas, digo, atores atuarão,  com a finalidade de propiciar alegria e boas risadas para o público brasiliense.  A comédia é composta por quatro esquetes, onde serão apresentadas desde releituras de clássicos do teatro como Romeu e Julieta, até  novelas mexicanas produzidas por Quentin Tarantino.

Por isso, marque em sua agenda, pager, Iphone ou então coloque no velho imã da geladeira. O espetáculo “100 sentido” ficará em cartaz durante os dias 03 (sábado) e 04 (domingo) do mês de julho, no teatro CCB – Centro Cultural Brasília – SGAN 601, Sala Loyola. O ingresso será R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia). Doador de 1 kg de alimento paga meia.

Parabéns Paul!

Hoje é sexta-feira, dia 18 de Junho. Há 68 anos atrás nasce James Paul McCartney.  O Beatle canhoto, com personalidade doce e rostinho de garoto bonzinho, dono de um vozeirão e de uma criatividade e genialidade musical difícil de se ver por aí.

Achei um vídeo muito bom, e gostaria de compartilhar com vocês. Trata-se de uma homenagem que o presidente Barack Obama fez para Paul quando o presenteou com o prêmio anual de grande contribuição para a cultura americana.

Vou transcrever alguns trechos (a partir de 2:30 no vídeo – o inglês do Obama é muito bom, fica a dica pros aprendizes praticarem):

“Passamos com dificuldade por este ultimo um ano e meio e neste momento nossos pensamentos e orações estão com amigos em outra parte do país que possui um legado musical extremamente rico: as pessoas da Costa do Golfo que estão lidando com uma situação que nós simplesmente não tínhamos visto antes. É de partir o coração. E reafirmamos  juntos, eu acho, nosso comprometimento para  cuidar disso afim de que suas vidas e comunidades sejam unificadas novamente. Continuar lendo

Cala a Boca Galvão (2)

Realmente fico impressionado como temos a capacidade de nos mobilizar por uma besteira.

Enquanto alguns animais em extinção precisam de uma campanha séria, uma bobeira dessa toma proporções gigantecas. Fica claro como prefere-se uma bobagem, a algo sério.

Seguindo essa linha começo o post de hoje. 😀

A Lu estava falando de como os estrangeiros foram enganados, com o vídeo do CALA BOCA GALVÃO. Mas olha como foi bem feito! Eu teria me enganado fácil.

Mas não dá pra julgar os gringos. Todos já cometemos erros, né?

E pra finalizar, deixo vocês com os melhores momentos do jogo do Brasil, na visão dos coreanos.

Ps.: O vídeo que postei originalmente foi retirado do youtube, dessa forma coloquei o vídeo acima. Só é preciso ver até o término do primeiro minuto.

Boa Tarde e divirtam-se.

Cala boca Galvão

Em tempos de twitter, a cobertura da copa do mundo não é mais a mesma. Na verdade, a cobertura de qualquer acontecimento em qualquer lugar do mundo não é mais o mesmo. Afinal, tudo pode ganhar notoriedade, seja algo importante ou completamente inútil. E daí que temos os lados bom, ruim e engraçado desse fenômeno.

Em épocas de copa do mundo, costumamos extravasar nossas emoções com o tal do Galvão. Salve salve Galvão Bueno, o locutor dono de uma voz única com um sotaque peculiar, autor de jargões clássicos de esportistas brasileiros (quem não se lembra do “vai que tuuuua Taffareeeeeeeel”?), porém incapaz de reconhecer o melhor momento para ficar quieto.

Sendo essa talvez sua característica mais marcante, graças a ela o Galvão ganhou um jargão, carinhosamente concedido pelos milhões de torcedores brasileiros: CALA BOCA GALVÃO.  Em tempos de twitter, esse jargão ganhou uma força descomunal. E quando falo descomunal, não estou exagerando. Veja os fatos. Continuar lendo

Brasil Hexa

Amanhã o Brasil estreará na copa do mundo de futebol. Em última análise o que isso quer dizer? “Amanhã não tem trabalho.” Tudo parado, nada de movimento. Dia de se reunir com os amigos e gritar: “Anão Dunga!” Sacou o trocadilho? Hã, hã?

Pra quem não sabe Dunga foi o último dos anões a ser criado. A ideia de ele ser mudo foi justamente por que não foi encontrada uma voz que se encaixasse dentro da personalidade que Walt Disney desejava.  Creio que a inspiração pra contratação do nosso treinador foi bem parecida.

Continuar lendo