Pra você ver como são as coisas

Pra você ver como as coisas são. Estava eu indo ao mercado em pleno meio da tarde, um big sol de rachar no céu e um calor imenso envolvendo as pessoas.

Entro no mercado me sentindo meio tonta, imaginando em algo que eu pudesse comer para me deixar melhor.  Mas tudo que eu via não me apetecia. Peguei as coisas que eu ia comprar e me dirigi ao caixa. No caminho, passo por um freezer da Kibon, que me faz parar e pegar um suculento frutare de limão. Quer coisa melhor do que frutare de limão no calor do cão? Sério, uma demonstração simples de felicidade!

Nisso passo a me sentir beeeem melhor,  e vou para o caixa, passo minhas compras e pago, tudo com uma mão só porque a outra estava segurando o picolé.

Saio do mercado, coloco o óculos de sol e me dirijo ao carro prateado, sorrindo agradecida por estar tomando aquele picolé mara. No que paro em frente a porta do motorista, vejo uma visão que faz meu estômago gelar: um mega amassado estrondoso na porta. “Não é possível”, pensei na hora, tentando relembrar mentalmente as coisas que fiz, e a medida que ia lembrando, ia me certificando que nada aconteceu com o carro antes. Só poderia ter sido durante minha estada no mercado. Ao olhar pro lado, vejo a pessoa do carro engatando a 1ª e saindo. Fiquei petrificada que nem consegui gritar a pessoa, só pensei “se tiver sido ela, que malandragem! Vai saindo e nem fica pra tirar satisfação”.  Mas daí uma coisa veio em minha mente: uai, não me lembro de ter estacionado ao lado de nenhum carro vermelho. Na verdade, era um carro preto. Daí senti um calor fazer meu estômago desgelar e voltar ao normal: aquele não era meu carro!

Ai que eu gargalhei alto mesmo, e nunca agradeci tanto por meu carro estar bem, sem nenhum amassadinho. Me dei conta que é normal a gente passar a agradecer/valorizar algo depois de perdemos ou chegamos muito próximos de perder – isso com coisas e pessoas.

Pra você ver como são as coisas: quem diria que uma simples ida ao mercado seria semente de tanta reflexão?

Anúncios

Uma resposta em “Pra você ver como são as coisas

  1. São com simples idas e vindas que a vida acontece. Que percebemos, mudamos, sorrimos, choramos…enfim. São nos percurssos da vida que descobrimos caminhos possíveis. =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s