Fazer com sentimento

“O que vale é a intenção” – é o que dizem por aí. Uma frase como essa abre margem a uma centena de diferentes interpretações. Mas o que será que a primeira pessoa a falar isso quis realmente dizer?

Imagino que ela se referia a não perder a essência das coisas. Você pode fazer uma mega festa, por exemplo, mas se não houver uma boa intenção por trás disso, será apenas mais uma mega festa. Você pode criar uma música legal, mas se não é feita com um bom sentimento, será mais uma música que não faz tanta diferença assim.

Engraçado que quando se fala de sentimentos, é comum imaginarem aquelas pessoas românticas à flor da pele que escrevem poesias em corações de papel… Naaada disso, você não precisa recortar papel em forma de corações para ser sentimental. Se fosse assim, imagino que as papelarias seria o melhor lugar para se paquerar.

O sentimento é a essência; é a intenção. É algo totalmente não-palpável mas completamente transmissível. É algo muito maior e mais profundo do que corações de papel. Ah, e surpresa, todos nós temos e podemos expressar.

A forma de expressão desse sentimento todo que é o negócio. Como fazer, já que eu não faço o tipo declamador de poesias, recortador de corações de papel? Afinal de contas, é a expressão que dá forma, dá existência ao sentimento.

É simples! Situação:

Você acabou de acordar. Você não mora sozinho. Apesar das divergências que ocorrem no dia-a-dia, você convive com as pessoas ao seu redor. Então você ao esbarrar com uma delas pela casa, dá um sorriso e fala: “Oi” ou “Bom dia!”.

 Vamos analisar: qual foi o elemento x que demonstrou seu sentimento pela pessoa?

a)      Falar “Oi”

b)      Falar “Bom dia”

c)      Acordar

d)     Dar um sorriso

Note que essa demonstração extremamente sutil tem grande poder: faz a diferença.

 Esse exemplo foi para o caso de expressar sentimentos para as pessoas. Mas a expressão de sentimentos se estende a todos os campos da atividade humana. Empreendimentos, por exemplo. Se você pesquisar, todas as grandes empresas da atualidade cresceram não somente pela sua tecnologia e sucesso de atuação, mas principalmente pela essência que motivou esse sucesso, pelo sentimento depositado ali pelos empreendedores. Faça uma pesquisa na história de algumas companhias e confira você mesmo; vou até dar algumas sugestões: Microsoft, Disney, Google, Coca-Cola, etc, etc, etc.

Ou seja, enquanto eles atuavam, eles cultivavam um sentimento bom por aquilo que faziam, enquanto faziam. Aí que vem a diferença do “fazer por fazer” e do “fazer com intenção”. 🙂

Anúncios

4 respostas em “Fazer com sentimento

  1. Com certeza… fazer com intenção, com sentimento torna as coisas muito melhores, mais fáceis, e a recepção é muito maior… alegria atrai alegria, coisas boas atraem coisas boas!!! =)

  2. “Então você ao esbarrar com uma delas pela casa, dá um sorriso e fala:…” “Pqp, em 150 m² pq foi andar logo na minha frente? Vtnc!!” HUahauhauhuha. Aí entram dois fatores: manhã. Nunca é um bom dia quando se acorda; e intimidade é uma merda (fazendo menção ao outro post: dê 50 reais, mas não dê intimidade), huahahuahuhua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s