Murphy, você tem copo?

Nãããão, não é desse Murphy aí que eu tô falando! É do outro, o Murphy capitão da força aérea americana que estava realizando um experimento para verificar o impacto que a desaceleração poderia causar ao ser humano. Isso aconteceu em 1949. Nessa ocasião, ele precisou de um equipamento eletrônico para ajudar nos testes. É nesse momento da história que as fontes começam a divergir: uns dizem que o equipamento pifou bem na hora que era pra coisa toda funcionar; outros dizem que o funcionário teve as manhas de instalar errado. Enfim, creio que não importa muito essa divergência, pois tudo chega no mesmo ponto, o ponto que deu origem à famosa lei, o ponto que o próprio Murphy solta a frase: “Se algo puder dar errado, dará errado”.

Ai se o Murphy não tivesse falado isso….

(tá, não me venha com um “se ele não tivesse falado, alguém falaria por ele”  ¬¬)

A questão toda é que consideraram como algo importante. Chamaram de lei o comentário extremamente negativo do Murphy, criaram princípios e tudo o mais. Foi a institucionalização do pessimismo, veja bem. E depois disso, as pessoas acharam bonito, se identificaram, e passaram a tecer teorias e teorias baseadas nisso. Fizeram testes e tudo o mais, tipo aquele de derrubar a torrada com manteiga no chão, as chances da manteiga cair pra baixo é diretamente proporcional com o valor do carpete. Ahá, um exemplo básico da aplicação da lei.

Temos exemplos mais modernos e corriqueiros em nosso cotidiano. Por exemplo, quando você mais precisar do seu celular, a bateria estará descarregada; sempre quando você precisa muito falar com alguém, essa pessoa está inacessível; quando você finalmente tomou coragem pra falar “oi” no MSN pra aquela pessoa, ela fica offline.

Não acredito que isso seja Lei de Murphy; não acredito em Lei de Murphy. Pra mim ele era um estressado com a vida que reclamava de tudo que não funcionava. Talvez por estar em posição de destaque, os paga-paus mexeram seus palitinhos (hehehe) e foram disseminar a teoria.

Se formos parar pra pensar, esse tipo de imprevisto acontece toda hora, todo dia. Mas em algumas situações nós direcionamos todo nosso foco pra uma determinada coisa, colocamos toda nossa força naquilo, e assim acabamos por subestimar o resto da vida em volta da gente em prol da nossa força de vontade. Isso meio que nos cega e nos descuidamos das possíveis interferências. É por isso que, talvez, nos aborrecemos tanto quando algo não acontece como esperávamos.

Em outras palavras, a gente fica tão, mas tão apegado, que só pensamos no que nós sentimos e nos efeitos positivos ou negativos que aconteça conosco. Egoísmo e Apego, ê duplinha, é quase um sertanejo. De vez em quando eles se juntam com o Murphy e agregados e brincam de AMIGOS.

Pensando dessa maneira, talvez se a gente adquirir uma postura mais tranquila, bem humorada, a Lady Murphy não ataque. Quer ver?? Retomando os exemplos anteriores:

  • quando você mais precisar do seu celular, a bateria estará descarregada; (meu, vai até o orelhão mais próximo, ou o telefone mais próximo, e faça a ligação. Não é sangria desatada. E se você precisar de um número específico, arrume um carregador, ou procure no Google…tem tanto jeito de resolver, se você pensar bem)
  • sempre quando você precisa muito falar com alguém, essa pessoa está inacessível; (tente contactar pessoas que possivelmente estarão junto com ela. Ou então espere, se você não conseguiu falar naquele momento, é porque não era pra você falar, ou porque a pessoa não queria atender. Fique de boa!)
  • quando você finalmente tomou coragem pra falar “oi” no MSN pra aquela pessoa, ela fica offline. (pô, talvez você estivesse nervoso demais. Tente relaxar, que a pessoa vai entrar de novo, daí você fala. Talvez até de uma forma mais natural, sem medo de ser feliz. Não se preocupe!)

Engraçado que eu to escrevendo isso mais pra mim do que para os outros, hehehe. Mas fica a reflexão: prefira sempre a Lady Gaga à Lady Murphy.

E respondendo a pergunta do título…

Não tem copo, Murphy??

Então vai tomar no cu.

Anúncios

8 respostas em “Murphy, você tem copo?

      • Dani, a ideia é toda da Lu!
        Ta achando o que, ela é uma DW! uAHuhAUhAUHAUHA

        Inclusive irei postar algo inspirado nesse texto! hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s