Lei de Murphy = Bad Romance?

Por te me amarrado no post da Lu decidi escrever sobre essa Lady Murphy.


Eu tenho uma teoria um pouco diferente. Na verdade damos mais valor ao que dá errado na nossa vida. Isso não é pessimismo. É apenas uma questão de sobrevivência. Veja  bem, quantas vezes você precisou do seu celular e ele estava funcionando? Diversas vezes. Porém,você só se lembrará, em subINconsciênte, somente do dia que esqueceu de carregá-lo. Sabe por quê? Por que, na verdade, você sempre precisou do seu celular, logo qualquer dia que ele não funcione fará muita falta pra você. Ao invés de pensarmos, “Nossa deveria ter carregado meu celular”, colocamos a culpa no acaso, “Poxa, bem no dia que mais preciso a bateria acaba!”. Isso mostra como o nosso cérebro é mais inteligente do que a gente. 😀

Cada situação desagradável que passamos em nossas vidas vai construindo nossa experiência. A Inteligência Artificial (IA), por exemplo, utiliza-se dessa abordagem. Qual uma das principais capacidades humanas? Reter informações passadas para utilizá-las no seu cotidiano. Então o que a IA faz? Ela constrói um robô apenas com informações básicas e vai coletando informações das ações ao passar do tempo. Essas informações serão gravadas e analisadas. Após uma avaliação objetiva o robô terá condições de ter ações melhores e mais eficientes no futuro. Por exemplo, vamos supor que ele foi programado para ser um carpinteiro. Ao fazer a sua primeira cadeira ele e irá comparar sua cadeira com os parâmetros inicias. Ao fazer mais e mais cadeiras ele terá informações sobre qual o melhor método de confeccioná-las, aperfeiçoando seu método a todo o momento.

Este é o mesmo procedimento que adotamos na nossa aprendizagem. Quantos tocos levamos até aprender as danadezas. Acho que umas cem vezes. Quantas vezes fazemos um exercício de matemática até aprendê-lo? Bem, eu mesmo, acho que umas sem vezes.

A questão é, você aprende através de um processo de tentativa e erro. Não é atoa que existe uma frase atribuída ao cientista pop Albert Einsten que expressa muito bem isso que estamos falando. Diz ele:  “Loucura é fazer tudo do mesmo jeito e esperar um resultado diferente!”. A criança faz muito isso, já observaram? Ela tenta uma centena de vezes colocar um quadrado num espaço onde cabe um triângulo, ou tenta abrir uma porta com a chave errada. Quando crescemos às vezes tentamos algo parecido, tipo mandar centenas de mensagens para Juliana Paes. Ela jamais me dará bola, mas um dia eu aprendo. 😀

A questão da Lei de Murphy é muito emblemática quanto a sucesso das nossas ações. Quando queremos ser pessimistas geralmente tampamos nossa visão para alguns fatos e o mesmo acontece com os otimistas. É apenas uma gaveta do mesmo armário. Para exemplificar essa lei, sempre utilizam o caso da torrada. Para isso vou exemplificar fazendo uma associação com um dado (para os mentes sujas, eu não tenho dado em casa). Veja bem, para que um dado fique viciado basta que uma de suas faces tenha um peso maior que as demais, desta forma o número da face oposta à mais pesada terá a maior chance de sair.

Agora pense no torradão. Quando você passa manteiga num lado da torrada ela torna-se viciada (não, ela não se tornou uma torrada doida querendo cheirar os migalhos de pão). Ou seja, a chance maior é justamente de cair com o lado amanteigado para baixo. Logo o pão cair de barriga para baixo além de ser um fato probabilistico é um grande desperdício de alimento e não uma lei. Observe que isso não acontece com a Margarina Delícia, afinal ela é mais leve.

Agora o que mais me chama atenção é como essa lei pode ser ambígua. Se você diz que Murphy era pessimista, na verdade está dizendo que você é otimista. Se você diz que Murphy era otimista, ai sim você é um dos mais pessimistas. Sendo assim, faça que nem a pequena Lu-DW prefira sempre a Lady Gaga à Lady Murphy.

Obs.: Ahh sua boca suja, me responde essa: “copo no dos outros é refresco?”.

Anúncios

4 respostas em “Lei de Murphy = Bad Romance?

  1. poxa, eu não sei se é refresco, depende do copo….mas isso me faz chegar a uma reflexão: “refresco no copo dos outros é o que???” HAIUHIUAHIUAHAIUH

  2. depende dos ingredientes,se for depois de um cérebro de macaco pode sair uma vitamina de bananaa…….(comentário sem comentário)!!!
    fui

  3. DW, sei, sei que você gosta de Fogão…Então fiz um comentário especial !!!

    Da Agência Orélio.

    Hoje a grande estrela brilhou e queimou todo o maracanã…
    Pensa!!! O Rubro-Negro Adriano não consegui conter o Fogo.
    Os jogadores flamengista ardem em “flames”. Acho que o nome Flamengo tem haver.
    O imperador chora…que tristeza… Nada é por acaso. Será que o “chororo” trocou de lado? Atuação da Lady Murphy.

    • Nananinanão! Não é autação de Lady nenhuma, a nao ser as Ladies flamenguistas que tiveram dificuldades de ganhar o jogo ontem, hahaha! \o/ É nóis fogão!!E não, não é o fogão que faz companhia à geladeira, é a estrela solitária alvi-negra!! \o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s