A Day in the Life

Tudo começou numa cidadezinha da Inglaterra em 1957. O momento pós-guerra significava uma grande mudança na vida das pessoas. As coisas estavam se tornando cada vez melhores. Era como se todos passassem a seguir a luz do sol quando vissem as nuvens cinzas se aproximando. A esperança reinava por todos os lados. Entre toda a mudança que alcançou cada campo da atividade humana, havia a liberdade da juventude que, naquela época, nascia através da música; especificamente, por meio do rock and roll.

O colégio local estava abarrotado de gente, cheio de alunos ansiosos preparando os ajustes finais para suas apresentações no Festival Anual de Jardim na igreja de St. Peter’s Parish. Todos esperavam principalmente pelos shows dos grupos de rock.

Paul foi ao festival juntamente com seu amigo Ivan, o qual fazia aniversário no mesmo dia que ele. Eles adoravam rock e tinham muito interesse em bandas. Para se ter noção do quanto, no dia anterior Paul praticamente cruzou a cidade só para aprender alguns acordes novos para guitarra. Naquela época, conhecimento de música popular não era muito acessível.

No festival, eles foram direto para a multidão em frente a um pequeno palco que parecia com uma grande carruagem velha, sobre o qual havia um grupo de rock tocando. Paul estava muito animado com a música que estava sendo tocada no momento, um blues do Del Vikings. Ele notou de imediato que o vocalista estava cantando uma letra diferente. Ele cantava “down, down, down to the penitentiary” ao invés de “come little darling, come and go with me”, que era o original.

“Mandou bem”, Paul pensou. E apartir daí passou a prestar mais atenção no vocalista. Ele vestia uma camisa azul xadrez com jeans e tinha um cabelo penteado pra frente com gel. Sua guitarra não era muito boa, apesar dele estar fazendo um bom trabalho com ela.

“Bem, eu posso te apresentar ele”, disse Ivan. Assim, após o show Ivan levou Paul ao camarim.

“E aí John, esse é meu amigo Paul. Ele também toca guitarra”.

“Fala mano, então quer dizer que você também se interessa pelas coisas que realmente fazem sentido, não?”

“Prazer em conhecê-lo John, você fez um ótimo trabalho no palco. Bem, você tem razão, hehe. Eu vi que curte Del Vikings, apesar de parecer que você não liga muito pra letra…”

“Pô, cara, isso é rock and roll, entende. Ivan disse que você se interessa por guitarras e tals. Deixe-me ver o que sabe fazer”.

John deu um violão a Paul. Seu ego fazia com que naturalmente subestimasse as pessoas. Talvez porque comparando a si mesmo com outras pessoas poderia trazer-lhe o feedback necessário para melhorar, o que significava (para ele) que ele não era tão bom assim. Entretanto, Paul surpreendeu John.

Paul tocou Twenty Flight Rock perfeitamente, apesar de que não foi sua técnica com o instrumento que chamou a atenção de John. O mais impressionante de tudo (para John) era que Paul sabia toda a letra original da música.

Depois do pequeno show de Paul, John estava sofrendo uma mistura de sentimentos opostos. Ele achou Paul muito bom, e ele poderia ser um integrante que deixaria sua banda melhor. Ao mesmo tempo, John se perguntava se Paul não poderia tomar seu lugar de líder na banda. Felizmente ele decidiu por convidar Paul para entrar no The Quarrymen.  

Esse pequeno fato, aparentemente sem muita importância, deu início a um dos maiores acontecimentos musicais do século XX. É claro, nenhum deles tinha a menor idéia disso naquele dia.

Anúncios

2 respostas em “A Day in the Life

  1. bom demaaaaais, simplesmente MARA! detalhes que hoje em dia fazem toda a diferença. Imagina o que seria denós sem os Beatles hoje?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s